avesdeportugal.info
2009 avesdeportugal.info - todos os direitos reservados. Desenvolvido por CiberAjuda.com
Gaivota-polar Larus glaucoides de primeiro Inverno no porto da Figueira da Foz, 31 de Janeiro - Foto de H. Blanco
Invasão de gaivotas hiperbóreas e polares
An invasion of Glaucous and Iceland Gulls
Desde finais de Dezembro de 2008, estas duas especies de gaivotas, ambas oriundas das regiões
árcticas e muito raras em Portugal, têm sido observadas em diversos locais da costa portuguesa.

Seguidamente apresenta-se a lista das observações efectuadas nas últimas semanas:


Gaivota-hiperbórea Larus hyperboreus

Esta gaivota nidifica na Islândia e em Spitsbergen (Noruega).
Inverna habitualmente nas costas do mar do Norte,
sendo rara nas nossas latitudes.

Lista de observações recentes:
  • Praia de Canide (Vila Nova de Gaia) - 2 inds. de primeiro Inverno, 14 de Fevereiro, por A. C.
    Pereira
  • Peniche - 1 adulto, 21 e 27 de Janeiro, por P. Ramalho; 1 ind. de primeiro Inverno, 28 de
    Janeiro, por P. Ramalho; 4 inds. (3 ad. e 1 ind. de primeiro Inverno), em 31 de Janeiro, por G.
    Elias, H. Blanco e A. Tomás; 4 inds. (2 ad. e 2 de primeiro Inverno), em 5 de Fevereiro, por P.
    Ramalho; 2 inds., em 12 de Fevereiro, por N. Pereira e S. Pereira; 2 inds. (1 ad. e 1 ind. de
    primeiro Inverno), em 15 de Fevereiro, por L. Santos e J. P. Monteiro
  • Carcavelos (Cascais) - 1 ind. de 1º Inverno, 8 de Fevereiro, por L. Santos
  • Cruz Quebrada (Oeiras) - 1 ind. de primeiro Inverno, em 31 de Janeiro, por R. Rufino; em 1 de
    Fevereiro, por J. Guilherme e H. Blanco; e em 2 de Fevereiro, por P. Fernandes e P. Fondinho;
    adulto em 20 de Fevereiro, por J. L. Santos
  • Santo Amaro (Oeiras) - 1 ind. de 1º Inverno junto ao INATEL, em 17 de Janeiro, por J. L. Santos;
    1 adulto em Santo Amaro, em 22 de Fevereiro, por L. Gordinho e L. Reino.
  • Lisboa - 1 ind. de primeiro Inverno em Pedrouços, 5 de Fevereiro, por A. Leitão
  • Lagoa de Albufeira -2 inds. de primeiro Inverno, 8 de Fevereiro, por H. Blanco; 1 ind. de
    segundo Inverno, 11 de Fevereiro, por M. Robb e R. Guerreiro
  • Vila Nova de Milfontes (Odemira) - 1 adulto, 8 de Fevereiro, por A. Gonçalves
  • Cabo de Sao Vicente (Vila do Bispo) - 1 ind. de primeiro Inverno, em 4 de Janeiro, por C.
    Lozano, J. J. Ramos Melo e M. Lobón
  • Sagres (Vila do Bispo) - 1 ind. de 1º Inverno no porto de Sagres, por R. Tipper; 2 inds.,
    aparentemente de 1º Inverno, no mesmo local, 3 de Fevereiro, por G . Schreier; 1 ind. de 1º
    Inverno, 7 de Fevereiro, por N. Fonseca e novamente em 14 de Fevereiro, por N. Fonseca, N.
    Pereira e S. Pereira
  • Ferragudo (Lagoa) - 1 possivel híbrido L.marinus x L. hyperboreus (?), em 18 de Janeiro, por S.
    Wates e D. Cortes (fotos)
  • Quarteira (Loulé) - 1 ind. de primeiro Inverno, 20 de Janeiro, por M. Davis
  • Praia de Faro (Faro) - 1 ind. de primeiro Inverno, 4 de Fevereiro, por G. Schreier
Raridades Online
Gaivota-hiperbórea Larus hyperboreus adulta em Peniche, 31 de Janeiro
Para ver o histórico de observações de gaivota-hiperbórea em Portugal, clique aqui
Para ver o histórico de gaivota-polar, clique aqui
Gaivota-polar Larus glaucoides

Esta gaivota nidifica na Gronelândia e no Canadá.
Inverna habitualmente no Atlântico norte,
sendo muito rara nas águas portuguesas.

Lista de observações recentes em Portugal:
  • Figueira da Foz - 1 ind. de primeiro Inverno no porto da Figueira, em 31 de Janeiro, por G. Elias
    e H. Blanco
  • Peniche - 1 ind. de primeiro Inv., em 30 de Janeiro, por P. Ramalho, novamente em 31 de
    Janeiro, por G. Elias  e H. Blanco e ainda em 5 de Fevereiro por P. Ramalho e 21 de Fevereiro,
    por A. Leitão
  • Foz do Lizandro (Mafra) - 1 adulto, 1 de Fevereiro, por A. Gonçalves; o mesmo indivíduo, 2 de
    Fevereiro, por J. d'Almeida Simões. Esta ave apresenta as caracteristicas de L. g. kumlieni.
  • Cascais - 1 ind. de primeiro Inverno na Guia em 27 de Dezembro, por M. Poot e A. Leitão;
    provavelmente a mesma ave, na Boca do Inferno, em 1 de Janeiro, por J. L. Santos.
  • Algés e Cruz Quebrada (Oeiras) - 1 ind. de primeiro Inverno na praia de Algés, por N. Pereira e
    S. Pereira; 1 ind. na praia Cruz Quebrada em 1 de Fevereiro, por J. Guilherme; 1 ind. de primeiro
    Inverno na Cruz Quebrada, em 2 de Fevereiro, por P. Fernandes e P. Fondinho.
  • Lagoa de Albufeira (Sesimbra) - 1 ind. de primeiro Inverno, morto, 8 de Fevereiro, por H. Blanco
  • Monte Novo, estuário do Sado (Alcácer do Sal) - 1 ind. de primeiro Inverno, 28 de Fevereiro, por
    A. Gonçalves
  • Sagres (Vila do Bispo) - 1 ind. de 1º ou 2º Inverno no porto de Sagres, 30 de Janeiro, por C.
    Viney; esta ave foi novamente observada em 1 de Fevereiro; 1 ind. aparentemente de 1º Inverno
    no mesmo local, em 3 de Fevereiro, por G. Schreier; 2 inds. de 1º Inverno, 7 de Fevereiro, por N.
    Fonseca e novamente em 14 de Fevereiro, por N. Fonseca, N. Pereira e S. Pereira; 2 inds. de 1º
    Inverno no Martinhal, 27 de Fevereiro, por J. Ministro
  • Vilamoura (Loulé) - 1 ind. de terceiro Inverno, na praia da Falésia, 7 de Fevereiro, por G. Schreier
Gaivota-hiperbórea Larus hyperboreus (à direita) em plumagem de 1º Inverno, Cruz Quebrada, 1 de Fevereiro
As manchas brancas e cinzentas na extremidade das asas indicam um indivíduo da subespécie L. g. kumlieni.
Para ver o histórico completo
de observações
de gaivota-hiperbórea
em Portugal, clique
aqui
Para ver o histórico completo
de observações
de gaivota-polar
em Portugal, clique
aqui